Monday, September 24, 2007



Duas folhas na sandália.
o Outono
também quer andar ...



....

de Paulo Leminski

7 comments:

joaquim said...

Percorro alguns blogues e todos parcem gostar muito do Outono...
Eu, como estou a entrar no Outono da minha vida, prefiro a Primavera...
Reconheço que as cores do Outono são fantásticas...Estou a referir-me à Natureza, obviamente...eheheh

Abraço amigo em Cristo

ana maria said...

Mais uma vez...Como consegues desencantar estes tesouros que aqui nos deixas?
Adorei este: uma imagem fantástica e a ideia das sandálias outonais...

xana said...

Boa noite, joaquim!

Pois, de facto... e sabes, continuo acreditando que para que tenhamos as nossas primaveras, temos que atravessar os Outonos.
Como na natureza, em nós, o tempo do outono também convida ao recolhimento, ao olhar para dentro para nos centrarmos naquilo que consideramos essencial,enfim,como uma preparação para a renovação que há-de vir com a primavera. Somos como as árvores. Algumas até podem parecer mais tristonhas e despidas. As folhas caiem para o chão. Atira-as o frio do vento. Mas se calhar até nem é por acaso que as cores do Outono são tão quentes, a lembrar o fogo.
É para aquecer aqueles ramos nus e agora mais desprotegidos.
É..Joaquim...
... os tons e os sabores do Outono podem convidar-nos ao recolhimento, mas deixam sempre a promessa do renascimento.
Que te parece?

xana said...

olá ana! Obrigada.

Conheces Paulo leminski?

Tenho-me rendido ao encanto das suas palavras. Lê-lo tem sido um prazer tão grande. E partilhar isso convosco, um encanto enorme!

E o som das sandálias pisando as folhas castanhas do caminho ?...

um grande e carinhoso abraço.

ana maria said...

Olá outra vez!

Não conheço mas vou conhecer, por tua causa: abriste-me o apetite!

Estas referências outonais são deliciosas: sinto o aroma das folhas no chão, das uvas que vão para a adega, das castanhas...o sabor das primeiras filhoses que se comem e da marmelada que só a minha mãe sabe fazer...o arrepio do frio que nos faz apreciar o aconchego de uma lareira crepitante, já a cheirar a laranjas e a Natal!
De facto, sempre gostei do Outono de uma forma especial...até chegar o Inverno, que amo por tantas outras coisas, e a Primavera, e o Verão...
Todas as estações são um desenrolar de coisas muito boas! É só querer ver!

joaquim said...

Claro que sim Xana!
Até porque, do ponto de vista da natureza as folhas que caem no chão, também vão servir como alimento para o nascimento da nova "vida"...
Apeteceu-me apenas brincar com a minha idade...

Obrigado.
Abraço amigo em Cristo

xana said...

eh eh eh, joaquim!
E está bem certo!

Um outro abraço.