Wednesday, June 14, 2006

Hoje há chá!


Há chá para todos. Sirvo-vos eu.
A saborear ...como se saboreia cada bom momento...

34 comments:

deep said...

Obrigada, Xana! Posso escolher o sabor? Pra mim, se puder ser, chá preto ou de menta... fresquinho.
Beijinhos
P.S. Não fazes anos, fazes?

xana said...

eh eh eh..deep.. nahh..não faço anos.
Decidi apenas partilhar este chá!
O sabor é mesmo convosco..
É que sabes, cada um de vós é um sabor próprio, particular, pessoal, único e irrepetível. A água é que é uma só! Comum a todos nós.
Se realmente a enriquecermos com cada um dos nossos diferentes sabores...teremos uma diversidade de sabores a experimentar!
E isso pode trazer ao momento, uma grande alegria!

Muitos abraços! Ou um só. Mas bem forte!

emlino said...

"Cada um de vós é um sabor próprio, particular, pessoal, único e irrepetível. A água é que é uma só! Comum a todos nós." ... uma forma de nos conhecermos mesmo muito bonita! E como sentimos falta de, por vezes, saborear calmamente um chá, como se ele estivesse ali, naquele momento, desejoso por ser saboreado.

Se eu fosse um chá seria...
de gengibre... acho...
:)

ALICE said...

Venha daí pois o seu chá que nos oferece com tanto afecto; permita que seja eu a acender a lareira e a distribuir as cadeiras, muitas, à volta da mesa. Se não se importa gostaria de beber uma chávena de chá de tília. Pode ser? Depois de bebermos, cada um, o seu chá,deixemo-nos embalar pelo crepitar do fogo que já está bem alto. Sem dizer palavra, só ouvindo e vendo o fogo a dançar na sua lareira. Vamos pôr um bocadinho de chuva a bater nas janelas, e soltemos um nadinha de vento. Não acenda a luz, pois que a luz da lareira é suficiente; eu sei que jamais o faria, eu sei. Deixemo-nos estar assim em silêncio, sem nada dizermos uns aos outros, saboreando o seu chá e o momento que passa. Apenas assim. E, quando sairmos, não apague a lareira, pois havemos de voltar, acredite.
Um beijinho para si

Pensar Cristo said...

Obrigado Xana... estava mesmo a precisar, andava com "falta de chá"! Um beijinho,

AVC

NaSacris said...

Xana. Obrigado pelo convite! Mas agora deixaste-me na dúvida. Se como chás nos classificas (gostei da descrição!), que chá serei eu?

xana said...

olá, Emlino..
que prazer ver-te de novo! Pois, chá de gengibre acalma a rouquidão, protege-nos a voz.E tem um sabor confortável.
Se estivessemos mesmo aqui todos à mesa, à volta de chás, e tu fosses um de gengibre, pediria a todos assim: "Amigos, agora vamos descobrir o que este emlino nos faz saborear. Qual é a sua cor? E o seu aroma? De que modo nos protege? Como nos sentimos nós com ele? E ele, adapta-se bem a nós?Precisa de muito açucar? Combina melhor com biscoitos?"
Aprenderiamos de certo o que terias para nos mostrar.. somente por te saborear.
Saborear a tua presença.
A tua companhia. As tuas histórias. Os teus valores. Os teus sentimentos.Ora aí está:Numa roda, iriamos escutar o teu aroma.
Pareceria um simples beber chá.. mas não.. seria mais é um partilhar!



Alice, nova amiga:
Ena. Que imagem deliciosa: uma roda de amigos. O silêncio..que é tão revelador. O saborear juntos um só momento. A chuva.. o vento..
O parecer que apenas o lume está a conversar..
Aquilo que nós dos outros podemos escutar.Um nem precisar de falar...
Um chá de tília a acalmar os mares interiores.. neste porto de abrigo..
Que bela imagem..
pode contar comigo!
Aqui está o seu chá.
E é bom para todos nós
bebê-lo assim consigo!


E tu, amiguito AVC..?
Serias então um chá de quê?


Pedro Josefo,
interessante a pergunta! Que chá serás tu?...
Fizeste-me também pensar..
Somos uma tal imensidão.. como seres ou como chás.. que nos pergunto a sério.. sabemos mesmo quem somos? Conhecemos verdadeiramente o nosso aroma?
Pois questionemo-nos...
"A que saibo eu?
Qual é o meu efeito naqueles que me tomam?
Faço BEM a que parte de suas vidas?
Como me deixo saborear?
E eu próprio?
Consigo saborear-me a mim mesmo?
Como posso melhorar ainda mais o meu sabor? "
É.... Pedro Josefo...vês... assim deixas-nos é todos a pensar nestas coisas..
Olha...e quanto á tua pergunta..hmm eu ainda não te conheço , mas.. tenho cá para mim, pelo que leio, que há boas probablidades de seres um chá, eu diria, da família dos tranquilizantes...

A Capela said...

Irrecusável Xana :) e aceito também a sugestão da Alice de ficarmos em silêncio, desde que depois cada um conte o que dizem as folhas no fundo ;) nesta sala aconchegadora . E vamos lá ver se o chá é como as cerejas....
Obrigada.

Araj said...

Não sou muito amante do chã mas aceito... contudo se houver por aí uma Abadia.......

NaSacris said...

"Da familia dos tranquilizantes!" Então tá. Vou meditar sobre isso.
Ah! mas, pensando bem!... gostei da ideia do Araj, podes trazer uma para mim! :)

MC said...

Xana,

desculpa, isto não se faz, mas com a intimidade que já temos:Não se arranja antes um cafezinho? :)

Bom fim-de-semana

Beijo

xana said...

olá Malu...

eu estive este tempo todo para responder porque estive a escutar bem as minhas folhas no fundo.
E elas disseram-me que partilhar e saborear assim cada um destes distintos aromas é também um convite para distanciar o barulho do mundo..
O único som que eu encontro nesta salita é mesmo o som dos abraços invisíveis.
Olha, agora vai um para ti!Consegues sentir?


araj, eh eh.. uma Abadia.. aqui tens! Fresquinha. E vou sentar-te junto do Pedro Josefo que ...timidamente pediu também uma.Curioso. Será que sabores iguais se distuinguem com diferentes saboreares?
A que sabe essa Abadia, Araj?


pedro Josefo,
Aqui tens a tua Abadia. E tens um ponto em comum com o Araj...
Mas a que sabe uma Abadia, para ti?
E podes dizer-me, já agora..qual é a tua bebida preferida?

MC,
vou servir-te um cafezinho!
Claro, e com imenso carinho.
Olha só, como o trago para ti:
- chávenazita branca, meia quadrada.Uma peguita larga, mas pequenita.
- pires e colher. Ambos de madeira.
- um ou dois cubinhos de açucar.
-junto da colher, no pires, um pauzinho da canela. Aroma incluído!
- ainda na bordinha do pratito, uma rosinha, uma das mais pequeninas que colhi do teu jardim.
- preso ao caule, um cordãozito (fraquito..)mas que segura firme um papelito com esta inscrição:
- "É uma tão bonita alegria ter-te aqui à mesa, connosco..! E o aroma do teu café é único. É bem forte! mas também é bem doce! E é fantástico! Merci."

MC said...

Livra, Xana!

Ás vezes fico a imaginar-te uma "mulher algodão-doce". Tu derramas ternura por todo o lado. À gente assim; para dar doçura ao mundo.

Vou ficar com esse café na memória. Mas não há por aí uma fatiazinha de tarte de maçã?
Ando de dieta, mas já estou a desesperar por algo doce.

MC said...

Voltei!

a corrigr um erro estúpido: Há gente... :)))

EMN said...

Olá xana.
Vim visitar-te e olha só que eu encontro!!! CHÁ!
Estava destinado. Amo de paixão.
Para mim é um de jasmim.

jokas

emn***

said...

Um chazinho por dia não sabes o bem que te fazia!
;)
hmmm...
mta bom este chá!
Camomila?

A Capela said...

Eh eh Xana, se senti :) Outro para ti! E o meu chá estava óptimo, posso pedir outra chávena? É que no fundo estavam três tristes (digam muito rápido três vezes ;) folhas (Três tristes folhas x 3) heeh pois é, estavam tristes porque .... não posso dizer ainda, têm que dar palpite, mas é tão óbvio..

até já ;)

xana said...

MC,
uma fatia de tarte de maça...claro...sai já uma para ti!Uma fatia para agora e o resto pus numa caixinha para levares e saboreares, sempre que te apetecer.
E olha, a caixa é recarregável..
E tem mais: gostas mesmo de maçã?
E de canela? Conheces uma especialidade alemã/austriaca que se chama "Apfelstrudel"? Queres?
A receita, reza a lenda, tem uma particularidade muito engraçada...
MC, se achares interessante um casamento entre maçã, canela, passas e massa folhada...é só dizer.
Outra coisa, tu é que és um ser humano que trazes muito sentido a este mundo!A mim, tens trazido.Pois..há de facto gente assim: para fazer do mundo um jardim...
merci, pela água boa que nos regas aqui..

emn,estás aí...
as boas vindas para ti! Entra! Um chá de jasmim..estava mesmo a faltar entre nós.. que bom..
sai um já..já para ti!
Jasmim faz bem ao coração, eu li..
E senta-te, emn, junta-te a nós aqui!


Né, amigo sorridente..
fazia muito bem.. fazia muito bem..mas melhor ainda que o cházinho..
é saborear esta partilha,
a nossa presença,
a troca dos sabores,
o nosso carinho.
Merci!
E então tu.. também és da família dos tranquilizantes...? Sim.. camomila.. bela escolha! Há serenidade no ar...


Malu, parceira de chá..
hmm.. deixa ver.. as três folhas estão tristitas.. porque.. hã.. hmm.. querem mais chá???
Eu estou aqui toda a noite de serviço.. se for por isso..
Não falte o lume, nem a água.. nem a sede.. e nem tu!
Dá-me aí essa chávena que ela se enche de novo!
Era isso, malu?
Outro abraço invisível mas muito perceptível!

Sandra said...

Que bom que é um chá e uma boa companhia, e já agora uns biscoitos para adoçar... Beijinhos e obrigada por poder saborear e partilhar cada dia que passa consigo, que é tão delicioso como se de um chá aromático e gostoso se tratasse

Leonor said...

que bom, não é preciso serem cinco horas para vir aqui tomar um chá contigo. Espero que o bule seja grande, porque hei-de cá vir muitas vezes.

Migalhas said...

Curiosamente, nestes últimos tempos, até bebo chá (ao deitar). E eu que detestava chá!
Mas... numa roda de amigos, prefiro um bom vinho tinto com umas boas rodelas de chouriço e um pãozinho de mistura. Pode ser?
Xana, tens mesmo o condão de juntar os teus amigos à roda da tua mesa de afecto.
Um beijo.

cinnamon girl said...

Aqui vai um chá feito no Oriente com aroma a canela...

A Capela said...

Olha Xana, já vou sabendo o lugar das coisas e cá tenho mais um chá. hmmm tou viciada :)

As três folhitas queriam era cumbersa, muitos palpites .. ;) hehe

Bjinhos**, Malu

xana said...
This comment has been removed by a blog administrator.
xana said...

olá Migalhas,
Entra! Senta-te e sente-te á vontade!
Pois.. eu posso juntar-vos aqui ao redor da mesa... mas tu, tu é que nos dás esse teu pão da vida!!
E sim, claro que aqui tens o teu copo de um saboroso vinho e chouriço também a combinar.O pão, como tu, será bem especial. Toma lá. Aqui o tens. Anda, reparte-o tu por todos nós!


cinnamon girl,
que bom a tua brisa do oriente! E logo com sabor a canela! bela escolha! Entra! Junta-te aqui a nós.E s~e muito, muito bem-vinda! Que trazes para nos contar?


Malu, amiga divertida:
onde tu estás, reina a boa disposição..
Ainda bem que já vais sabendo o lugar das coisas.. é que este cantinho é teu, também!
Diz-me lá, já conhecias aqui o migalhas? Ele tem histórias fabulosas no seu saco do pão..
Além disso, hoje tem na sua mão um copo de vinho e pão para repartir..
Hmm...isto parece-bem bem..isto de ter uns quantos amigos reunidos em redor de uma mesa com vinho e pão a repartir..
De facto.. isto parece-me bem...

A Capela said...

eheh
Passo pelo Migalhas muitas vezes e já vou ver se sobrou desse pão para mim mas volto, que também me parece bem ..

Obrigada Xana ;)

Sonhadora said...

Obrigada, Xana!
Eu trago as bolachinhas para molhar no chá!
Beijinhos!

Confessionário said...

Obrigado. Nem sei bem a que me soube, de tão bom!!

cvj said...

Oi Xana.
Obrigado por esta partilha. É isso que nos enriquece, nos faz mais nobres e libres.
Beijo
Leonel

xana said...

malu,
volta sempre que fazes sempre cá falta!

Sonhadora, volta sempre também.. e venham daí essas bolachinhas!!

Confessionário,
Há sempre chá para saborear e partilhar! Que bom contarmos contigo aqui, entre todos nós!

CVJ,
concordo, é a maravilha da magia na partilha!

Teresa Queiroz said...

obrigada pelo convite!! gostei do teu blog!

xana said...

teresa Queiroz,
olá! Sê muito bem-vinda!
Entra, junta-te a nós!

A Capela said...

Tou cá sempre Xana. Às vezes estou é a pôr àgua ao lume.. :p

xana said...

eh eh malu.. malu.. tu és fantástica! Uma presença verdadeiramente acolhedora!
Então vamos a isso, Vejo que gostas de chá! Experimenta este hoje:

- é chá verde e tem um aroma de pétalas de rosas. Chama-se "Flor do Hawai". Tens aqui uns cubitos de açucar, se desejares. Deixo-te no pires, debaixo da chávena um "Post it" com a inscrição:
" Bebe-se chá para se esquecer o barulho do mundo!"
E então.. 'bora lá Malu! Vamos para o alpendre, que por aqui, no verão, à noite, o silêncio tem grilos! Não sabe bem ficar a escutar ?
A escutar..nada mais nada menos do que o chá e os grilos?
um abraço, amiga!