Friday, January 06, 2006

Recebi de uma amiga, um pequeno tesouro que não tenciono guardar só para mim.
Um livro pequeno, quadrado, com pequenos desenhos que alguém pintou como se estivesse a rezar. São suaves. Dizem-nos coisas serenamente, baixinho..
Sessenta e oito pequenas páginas. Dentro do pequeno livro, ainda uma pequenina prenda adicional. Um clip. “Esquecido”, seguramente não ao acaso, na folha 52. Uma frase pequena. Li:

“ Qual a melhor prenda que alguma vez recebeste? Melhor ainda: qual a melhor prenda que alguma vez ofereceste? Talvez seja bom recordares que, num e noutro caso, a melhor prenda é sempre aquela que sai das profundezas da alma de quem dá, a que contém em si, algo de nós mesmos.” De quem dá e de quem recebe. Sim, de quem dá e de quem recebe, repeti a mim mesma, para não me esquecer.

Gostei do pequeno livro. Gostei do pequeno clip. Do pequeno pensamento. E gostei da grande certeza que tudo isto encerra: A de que há coisas, coisas pequenas, pequeninas coisas .. que nos fazem grandes!

E tu, viajante? Qual foi a melhor prenda que alguma vez recebeste?!
Melhor ainda: qual foi a melhor prenda que alguma vez ofereceste?!

5 comments:

Miho said...

hmmm

tal como disse num outro comment..

"amor".. foi a melhor prenda que recebi e dei

e nao é ele, o amor, que nos alimenta??
entao?!
nao precisei de mais nada para me sentir a mulher mais feliz do mundo.

um beijo.

Confessionário said...

A minha melhor prenda tem sido as pequenas coisas que cada dia me fazem feliz... a melhor prenda, por isso mesmo, tem sido a vida com as pequenas coisas que Deus me dá cada dia para ser feliz...

Confessionário said...

e agora apetece-me mandar um sorriso muito grandeeeeee...

JOINCANTO said...
This comment has been removed by a blog administrator.
JOINCANTO said...

Obrigado pela visita.
A melhor prenda que recebi no Natal e na vida foi perceber a verdadeira razão do Natal e da vida. Jesus.