Monday, January 09, 2006



Uma amiga querida enviou-me hoje por mail estas palavras:

Porque GRITAMOS ?

Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta aos seus discípulos:"Porque é que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?""Gritamos porque perdemos a calma", disse um deles."Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado?" Questionou o pensador."Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça", retrucou outro discípulo.E o mestre volta a perguntar: "Então não é possível falar-lhe em voz baixa?"Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador. Então ele esclareceu:"Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando se está aborrecido? Ofacto é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, os seus corações afastam-se muito. Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente. Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para se ouvirem um ao outro, através da grande distância. Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão apaixonadas? Elas não gritam. Falam suavemente. E por quê? Porque os seus corações estão muito perto. A distância entre elas é pequena.
Às vezes os seus corações estão tão próximos, que nem falam, somente sussurram. E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer de sussurrar, apenas se olham, e basta. Os seus corações entendem-se. É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas. "Por fim, o pensador conclui, dizendo: "Quando vocês discutirem, não deixem que os vossos corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que poderão não mais encontrar o caminho de volta".

falou-nos Mahatma Gandhi... baixinho....

10 comments:

Dad said...

Engraçado! Deve haver Ghandi no ar!Já hoje visitei a Luz Dourada que postou o mesmo! Anda a necessidade de PAZ no ar... Ghandi é lembrado e muito!
Beijo ternurento para ti e que o Ano 2006 seja muito, muito bom para ti para o Mundo em geral que tão necessitado está. É preciso que estes barulhos da guerra se transformem no silêncio branco da PAZ!

xana said...

dad..merci...
Nas tuas palavras encontra-se paz..

Acho gira essa tua ideia dos "barulhos da guerra" e do "silêncio da Paz"...

É que é mesmo isso.

Reparto contigo o beijinho que me enviaste hoje aqui.
Aceitas?

Miho said...

Ghandi...
Um mestre...

Uma só palavra sua transmite sabedoria..

Este texto nao poderia ter vindo em melhor altura.
Hoje estou particularmente irritada..
2 projectos para fazer ate sexta.. uma oral na quarta...
Problemas financeiros (pra variar um pouco)...

Mas.. bastou um toquezito de alguem no telemovel para me deixar logo com um sorriso na cara...


Acho que vou embriagar alguem com aquele "xarope do amor".. vou dar tanto tanto tanto que ainda acabo por intoxica lo... ehehehhe


Beijinho

Miguel said...

shhh! Importas-te de me reler isso bem baixinho?

Ver para crer said...

Gostei de reler esta história sobre a necessidade de gritar.
E mais uma vez a achei verdadeira.
Votos de Bom Ano!
Obrigado pelo comentário ao meu blogue.

zebeirão said...

Como nós precisamos de falar bem ao ouvido uns dos outros! Baixinho. Coração a coração.

xana said...

ai..Zé Beirão,
ai.. que como sempre..
tu tens tanta razão...

Merci.

xana said...

ver para crer, o prazer foi meu.. ao visitar-te!

Por isso, obrigado eu!
A sério..

xana said...

Dad, tens mesmo razão.. Ghandi anda mesmo no ar...

Merci pela tua visita hoje pela manhã. Gostei muito.

xana said...

Miguel.. não importo nada. É um prazer falar baixinho..ao coração das pessoas...

e..
Elsita, fica onde encontrares o sorriso...
Beijito